100%
Tipo de Matéria:
Palavras-Chave:
Número:
Ano:
Autoria:
 

Moção de Congratulações N.º 46/2019

  Documento assinado digitalmente, clique para conferir a(s) assinatura(s)

Moção de Congratulações N.º 46/2019



 
 
Excelentíssimo Senhor Presidente,
 
 
          O Vereador que está subscreve requer a Vossa Excelência, ouvido o plenário na forma regimental, com fundamento no art. 114, parágrafo único, IV, da Resolução 548/2014 (Regimento Interno), o encaminhamento de ofício à Marlene Rosa Cardoso Demonti, contendo os termos da seguinte MOÇÃO DE Congratulações:
 
CONGRATULO a Senhora Marlene Rosa Cardoso Demonti, por seu relevante papel social na educação e como dona de casa na família Demonti, em homenagem ao mês da mulher.
 
Doar-se é uma virtude essencial a todos nós independentemente da atividade empenhada. Agradeço a dedicação e simplicidade por agraciar com seus serviços prestados por meio de sorrisos, suor derramado e disposição em empregar seus esforços, mesmo que por muitas vezes sob o cansaço do trabalho.
 
Portanto, com essa singela moção, gostaria tão somente de expressar a gratidão e renovo meus cumprimentos, desejando-lhe votos de muitas realizações profissionais e familiares, e que com sua competência muitas vitórias sejam alcançadas.
        

 
 
 


Elizeu Pereira (MDB)
Vereador 





JUSTIFICATIVA

Nome: Marlene Rosa Cardoso Demonti
Data Nasc. : 08 de maio de 1937 - (81 anos)
Natural de Laguna - Santa Catarina
Casada com Dário Demonti com quem teve 5 filhos
O 1º foi Tarcisio que nasceu morto, o 2º Beline Demonti, 0 3ª a Ilze. A Rosilei e Soraia.
Segundo Dona Marlene, antigamente você fazia o ginásio (que era como estudar até a 5ª série na época) e como ela já tinha, entrou no estado como contratada e depois de 3 anos era efetivado. Ela se efetivou no ano de 1.960. “Eu andava 4 quilômetros de carroça para ir lecionar” disse.
Dna Marlene chegou em Balneário Camboriú em 1966, veio transferida para o antigo bairro “Mato de Camboriú”. “Minha filha mais nova, a Rosilei, tinha problema de bronquite, então o médico mandou que viéssemos para o litoral que o clima favorecia os problemas de saúde da menina.
“Eu quando cheguei aqui, fui cedida para trabalhar em Camboriú na justiça eleitoral e lá fizemos muitos títulos de eleitor, inclusive os primeiros de Balneário Camboriú foram feitos por mim”.
Em 1972 quando abriu a Escola Presidente Médici eu fui convidada pelo prefeito Armando Cesar Ghislandi para ser a diretora e lá fiquei por muitos anos. Depois me tornei secretaria na Escola Armando Cesar Ghislandi  no período noturno, isso quando foi criado o 2º grau. Lá permaneci por cerca de 18 anos.
Neste mesmo período trabalhava no estado e no município, na escola Presidente João Goulart no período diurna. Lá também fui diretora e depois secretária, permanecendo por quase 18 anos.
Ao todo dediquei minha vida a educação por cerca de 42 anos entre município e estado, mas na grande maioria (cerca de 90% do tempo) aqui em Balneário Camboriú   


Balneário Camboriú, em 27 de fevereiro 2019.
 


Elizeu Pereira (MDB)
Vereador